Sustentabilidade e Decoração

“O desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem suas próprias necessidades ” (Brundtland, 1987). Esta é uma definição de um dos termos que está cada mais em alta, sustentabilidade. Mas, estar presente nos discursos, não implica, necessariamente, que isto signifique mudança de posicionamento e de atitudes daqueles que compõe a sociedade, como os cidadãos e as organizações.

De maneira geral, a sustentabilidade é entendida como algo que engloba três segmentos: o ambiental, o social e o econômico. Assim, para que algo seja sustentável, deve circundar estas três esferas. Mas, no caso do cidadão comum, como é possível alinhar este ideal às práticas do cotidiano. Bem, isto pode ser respondido a partir de vários ângulos, sendo que , sob a ótica da decoração, iremos sugerir algumas dicas que podem contribuir, especialmente, para a esfera ambiental.

A economia de recursos e de materiais é uma saída para quem deseja contribuir para a preservação ambiental. Atitudes simples, como aproveitar melhor a iluminação e evitar o desperdício de água, contribuem para essa economia de recursos. Além disso, no ramo da construção, uma dica é reaproveitar ao máximo os materiais, além de dar preferência para itens certificados, como madeiras e, sempre que possível, utilizar materiais reciclados.

Em relação à decoração, indica-se o uso de itens como garrafas pets, papéis reciclados, caixinhas de leite e muitos outros recursos que podem ser transformados em objetos de decoração, como vasos, cortinas, tapetes, entre outros. A dica é abusar da imaginação e salvar o planeta!

Fonte: Blog Joli | Foto: MM Conteúdo blog